Todas as Mulheres em Mim Poesia 2018 – SOLANGE

SOLANGE

Solange confunde-se com o sol

Sol de Solange

Deitando carinho

Respirando arte

 

Quando a vi pela primeira vez, seus olhos brilhavam muito

Chamas

Chamando encantos

Solange leve

Solange sorrindo

Solange ternura

Ela entra em cena

Cotidiano, brilho e manhã

Mãe, esposa e um pouco infeliz

O filho cresceu

O pai desapareceu

A arte ficou

Ilha, recanto e vida

Solange pálida e preocupada

Solange fria

Solange hiatos

Gostava de ver Solange

No aprisco de sua paixão serena

Serena

Serena

Olhos de orvalho

Sol do entardecer

Que foi sumindo com os dias

Sumindo

Deixando a noite de suas lembranças

Solange onde você está?

 

E naquela manhã

Que ela se foi

Tudo era um adeus na esquina

Solange perfume das estrelas

Musica silenciando

Solange adeus

Tuas pétalas

Encontram o vento.

Fio da Navalha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *