Solange

Solange

Solange confunde-se com o sol…
Sol de Solange
Deitando carinho
Respirando arte
Quando a vi pela primeira vez, seus olhos brilhavam muito…
Chamas, chamando encantos
Solange magra
Solange sorrindo
Solange ternura
Ela entra em cena
Cotidiano, brilho e manhã
Mãe, esposa e um pouco infeliz…
O filho cresceu
O pai desapareceu
E a arte ficou
Ilha, recanto e vida
Solange pálida e preocupada
Solange fria
Solange amor
Gostava de ver Solange
No aprisco de sua paixão serena
Serena
Serena
Olhos de orvalho
Sol do entardecer
Que vai sumindo, sumindo
Deixando a noite de suas lembranças
Solange onde você está?
E naquela manhã
Que ela se foi
Tudo era um adeus na esquina
Solange perfume das estrelas
Musica silenciando
Solange adeus…
Tuas pétalas
Encontram o vento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *