Sete ao Entardecer-A Terceira Margem do Rio-Arquivo Rasta

Apresentaram-se na data de ontem, no Sete ao Entardecer, dois espetáculos, o primeiro uma apresentação teatral com o texto de Guimarães Rosa chamado: A Terceira Margem do Rio e a segunda apresentação foi musical,  com o grupo de reggae  Arquivo Rasta.

A Terceira Margem do Rio (teatro)

O conto “A Terceira Margem do Rio” de Guimarães Rosa, remete ao mundo místico e imaginário, mas ao mesmo tempo dentro de um contexto social real que utiliza a relação do homem com a paisagem árida do sertão mineiro

A terceira margem pode ser entendida como a terceira opção, além da razão e da aparente normalidade da vida cotidiana, que nubla as verdades principais do homem, bem como sua busca do eu consciente.

O espetáculo é um monólogo interpretado por Cauã Kubaski, um ator que soube como plasmar a ênfase latente nas entrelinhas do texto, mostrando grande vigor e inspiração na atuação.

Arquivo Rasta

Em atividade há mais de 14 anos, passando algumas formações,  a banda pelotense tem como inspiração os vários ritmos do reggae. Recentemente lançou seu novo single  autoral “Madrugada”, que está rodando em diversas rádios do Estado.

Desta formação atual os  Integrantes: Alexandre Black (baixo), Tom Neves (vocal principal e teclado), Rafael Souza (guitarra e vocal) e Eliezer Balhego Ribeiro (guitarra e vocal).

No show de ontem ouvimos grandes sucessos revisitados  com arranjos singulares com a pegada e energia que somente o reggae proporciona: canções como “Easy” de Lionel Richie, “Could you be Loved” de Bob Marley, e a participação mais que especial do Mano Rick,  tudo isso e muito mais com o grande talento  dos músicos locais e o vocal marcante de Tom Neves, vida longa ao Reggae e ao Arquivo Rasta – Salve.

Confira as fotos dos espetáculos logo abaixo:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.