O Fio da Literatura | Animal Tropical

Faz três dias que não faço a barba, nem tomo banho.
Me cheiro, mas continuo igual. Preciso sentir meus cheiros ,mas aqui(Suécia) é difícil. Suo pouco e o ar é seco. Impossível ter cheiros fortes. Quando sinto o cheiro do meu suor forte, acre, é quando me ponho selvagem.
Aqui estou amolecendo.
No passo em que estou indo vou afrouxar pouco a pouco. E isso é foda. Gosto de ser o tronco do carvalho, o chicote, a espada do diabo, culhões e ereção !
Caminho um pouco pelo Bosque enquanto penso isso tudo. Como as pessoa conseguem viver tão entediadas? Tento me acalmar.
Volto.
Agneta trabalha loucamente: limpa com o aspirador, lava a roupa e a cada quinze minutos desce ao porão. Sobe e desce a roupa. Leva as almofadas para frente do edifício e bate. Tudo ao mesmo tempo.”
Animal Tropical – Pedro Juan Gutierrez

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *