Navalhadas Curtas – Se engorda já era ?

Nem sempre a verdade é bonita ou justa, mas que fazer? Somos o que somos e ser justo é sempre escolher o lado a moeda e pagar pra ver.
A fome me invade a noite, comer algo rápido e fácil e sem trabalho algum? Sim o lanche que preenche nossa vida de alegria e entope as veias.
Telefonei e no horário indicado fui buscar um bauru. Chego ao estabelecimento e um casal bem tranquilo conversava temas aleatórios.
Sempre presto atenção nas pessoas seja quem for. Então o rapaz faz uma fala “amistosa”: olha fulana a gente vai comer lanche, mas se tu engordares podes achar outro namorado…
Sorri dentro de minha máscara pois parecia brincadeira de mal gosto, mas ainda sim uma brincadeira.
O cheiro da cebola tostadinha aguçava a fome temperos e a fritura maravilhosa dando água na boca.
Então ela responde: mas amor…eu faço ginastica, academia, pesos e to de dieta…não vou engordar jamais.
Ele retruca: isso que tu dizes sabes não quero mulher gorda perto de mim…gorda não!
Então pela entonação notei que a conversa era realmente séria.
Ele segue falando outros absurdos ao que a moça se justificava em voz baixa sem nenhuma necessidade disso uma vez que ela estava em plena forma já ele…bem…
No estabelecimento as pessoas apenas olhavam, mas não diziam nada afinal quem mete a colher né?
Os lanches vieram eles ficaram por ali, o lanche dela era mini para não engordar creio né?
E o cara seguia sua fala chata enquanto dava mordidas no lanche grande. Uma fala que no meu entender era abusiva desnecessária e mesmo constrangedora.
Alguns amores são doentios.
Meu lanche chega embrulhado pego ele está quentinho mas quando estou saindo na porta viro para o casal e digo: moça troca ele por um cara mais magro e mais legal…
Sai e achei que o cara viria tirar alguma satisfação, mas não ele estava engasgado com o lanche.
Fio da Navalha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *