Flor de Obsessão no Sete ao Entardecer

Assistir Nelson Rodrigues é sempre muito bom, e ter essa oportunidade de ver uma companhia de teatro e atores de ,nossa cidade é melhor ainda.
O espetáculo gira em torno de um ator que personifica o autor. Em cena, criador e criatura juntos, Nelson Rodrigues está presente em todos os quadros escrevendo, imaginando e contracenando com seus personagens.
Texto extraído das crônicas de “A Vida como ela é“ dentro dos temas que Nelson adorava abordar: religião, tempo, morte, vida e traição. Brincando com tabus de uma falsa moral social, onde se encontra toda ironia do nosso grande trágico brasileiro.
A direção optou por encenar um texto originalmente não escrito para o Teatro de forma que sua adaptação proporcionasse uma brincadeira com o tempo, ainda assim sem perder o texto original, que é dito exatamente como foi escrito.
Ficha técnica:
Direção: Charlie Rayné e Roberta Rangel.
Assistente de direção: Dionata lopes.
Elenco: Charlie Rayne, Roberta Rangel, Dionata lopes, kediner Gonçalves, Ingrid   Duarte,Maureen Nogueira, Teci Pereira
Participação Especial: Academia Corpo e Dança.Com Caren Jensen e Horácio Martins.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *