Ellen Oléria – Zumbi

Fio da Navalha não deixaria passar esta data. Aqui nossa humilde homenagem a este dia, que grita, lamenta, chora, clama e luta por direitos, não só de uma etnia mas o direito que todos precisamos: Ser humanizados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *