Coletiva Rebeldia – Protesto 04 Maio 2019

Protesto na manhã do sábado 4 de maio pela omissão do poder público municipal que há quase dez meses não toma providências sobre a fraude nos exames pré-câncer, que já vitimou três mulheres, e contra o veto da prefeita Paula Mascarenhas ao projeto de lei sobre a violência obstétrica, que atinge todas as mulheres que dão à luz e vitima mulheres todos os dias.

Ação da Coletiva Rebeldia, que caminhou silenciosamente “sangrando” pelo calçadão e acabou lavando simbolicamente o sangue derramado das mulheres pobres da cidade da escadaria da Prefeitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *