Castelinho

Construí castelos de pedra
Na certeza que jamais se desfariam
O tempo veio e desfez meu castelo
Indignei-me com o tempo
Com o mundo
E comigo…
Então refleti
Mudei minha direção
Construí novamente
Castelos tecidos de sonhos
Mas o tempo veio novamente…
Só que o que escrito está na alma
O tempo não rouba, não devora…
Meu castelo ainda existe
E o Seu?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *