Alice

Um despertador seis horas da manha
Olhos que se abrem lentamente
Alice respira fundo
A vida e seu gritos
Deus chama e o trabalho também
Alice uma prece
Alice fé
Alice imagina o paraíso
Enfiou na sua mente e talvez na alma
A santidade
E um pouco de insanidade
Veste-se com apuro
E tem certeza que Deus ajudará…
Alice ideias de sabão
Alice tateando superfícies
Alice a espera de um milagre
Em seu trabalho
O chefe pensa que ela é um objeto
E deus esta de férias
Alice sorri
O sorriso dos temerosos
E reza
E nada
Em seu pensar, os santos sofrem
Sofrimento é o combustível de Deus
Mas Alice não sabe
E as respostas não vem
Alice volta pra casa
Alice ajoelha-se
Alice reza
E agora Alice
Nem santa
Nem pecadora
Mas uma linha no tempo
Estendida num céu infinito…
Enquanto sua taça está vazia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *