Todas as Mulheres Em Mim Poesia – LIGIA

Dentro do Projeto Todas as Mulheres em Mim, vamos agora expondo uma sequência de poemas que tivemos a oportunidade de receber da existência. Poemas com nomes de mulheres, alguns são bem doloridos outros mais leves, mas todos eivados de plena realidade.

Eles vão nos acompanhar dentro do projeto que está em aberto ainda e teremos muitas outras participações especiais, aguardem por mais.

Hoje entrego primeiro destes poemas: Ligia


Ligia

Conheci Lígia

Criança e menina

Sorrindo com bichos de pelúcia

E brincando com violão de brinquedo sem cordas…

Enquanto uma tempestade em sua volta acontecia

Ligia inocente

Ligia sorrindo

Ligia tomando leite as três da manhã

Depois o tempo nos abraçou

Me perdi de Ligia

Sua vida ainda não era decidida por ela

Destinos sim…

A levou pelas mudanças do tempo e do vento

Eu me fui

E dias deram lugares a anos e distancia

Sem que o carinho naufragasse

 

Ligia crescendo rápido

Ligia ideias firmes

Ligia personalidade gentil

Antes fui meio pai

Ela meio filha

Metades que se tornam um destino inteiro

Afagos do caminho de cada um…

O que sei dela, chega pelo vento as vezes

Que sussurra pelas frestas da alma

Ligia encanto

Ligia inteligente

Ligia carinho de serafim

Hoje sei que ela está bem

Feliz…sim

E pelo emaranhado que a todos permeia

Eu sorrio com você as vezes.

Luís Fabiano.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *