Caminhos de Si – O Tempo – parte1

Projeto Caminhos de Si O Tempo – 2016

Martim César – Paulo Timm – Hélio Ramirez

Na Fronteira de dois mundos:um, o pais continente chamado Brasil;o outro; a America Latina de língua hispânica. Nessa Região, ao sul dos mapas, e que se assemelha muito mais a uma intersecção do que a uma linha divisória, estamos nós.

Mestiços, tanto em nossa formação genética, como em nossa identidade cultural. Bebemos da fonte de dois rios que se encontram lá na Ibéria e que aqui se deparam novamente, mesclando-se, por sua vez, ao caudaloso rio indigena e ao profundo rio africano.

Depois, outros rios também se mesclam a nós. Dessa junção é que somos formados. Esse é o sumo que irriga as nossas veias e é o material invisível que transformamos em poemas e canções .
Em meio a tudo isso, o tempo.

Sempre o tempo. O passar de muitas gerações. Os que vieram ates apontando o rumo, dando um sentindo ao que fazemos e somos. São eles a voz do tempo nos dizendo que a deles – e por legado, a nossa – não é a uma arte que chega fácil aos ouvidos;
não tem essa pretensão, pois que é mais de contudo que de embalagem; mas é;isto sim, uma arte que tem o intuito de permanecer; de ser rio perene, de gravar no tempo os seus passos.

De seguir,s em pressa, trilhando os seus próprios caminhos. Que são os caminhos de si.

texto extraído do Cd Caminhos de Si O tempo

 

Vídeo produzido por Fio da Navalha Arte & Comunicação

Direção – Luis Fabiano
Montagem e Finalização – Claudio Ferreira
Produção – Carla Ávila.

Caminhos de Si - O Tempo - parte 1- Jaguarão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *